quarta-feira, 11 de outubro de 2017

POLÊMICA DA SEMANA - NÃO FAZ O MENOR SENTIDO FELIPE MASSA FORA DA WILLIAMS EM 2018

 (Fotos Glenn Dunbar/Williams F1 Media)


Uma hipotética saída de Felipe Massa da Williams significa jogar por terra o programa de desenvolvimento iniciado em 2017.

Por: Américo Teixeira Junior

Caso a lógica impere, qualquer discussão sobre o teammate de Lance Stroll em 2018 é inócua, pois não faz o menos sentido remover Felipe Massa da posição. Salvo uma imposição contundente do poder econômico, a evolução da Williams e do piloto canadense passam necessariamente pelas mãos do brasileiro vice-campeão mundial.

 O fato de a equipe ter se reestruturado e investido em pessoal qualificado, revela estar em franco desenvolvimento um projeto para a equipe fundada por Frank Williams voltar a figurar entre as protagonistas da Fórmula 1, mesmo estando vulnerável à necessidade de recursos.

 A presença de Stroll reflete essa vulnerabilidade, mas nem por isso deixou de ser uma aposta no futuro, pois é visível a evolução do piloto, que inegavelmente se destacou nas categorias de base. Sim, pois há um limite para o poder do dinheiro no automobilismo. Vagas, compram-se, mas moeda alguma se converte em qualidade e resultados.

 Felipe Massa faz parte dessa engrenagem dentro das pistas, mas principalmente fora delas. Referência técnica e desportiva, é indispensável uma bagagem como a dele na hora de discutir procedimentos e soluções. Já Stroll está incapacitado de fazê-lo por estar ainda, por assim dizer, tentando descobrir para que lado vira a coisa.

 É fato que o pai do canadense é sócio da Williams, dono de uma quantidade não revelada de ações. Estima-se que teria comprado 30% das ações pertencentes a Frank Williams. Independentemente de esse número ser correto, a verdade é que sua palavra tem peso, sendo lícito supor que advogue pela manutenção de um formato que tende a evoluir se a Williams for capaz de entregar um carro promissor em 2018.

 Não se pode desconsiderar que os “Irma” da vida também sacodem a Fórmula 1 de tempos em tempos, mas em tempos de, quando muito, “tempestades tropicais”, Felipe Massa fica onde está.

Fonte de pesquisa e reprodução: diariomotorsport

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

ESPECIAL FAMÍLIA PIQUET - EPISÓDIO 3 - MOTORSPORT.COM BRASIL

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - SCOOTT DIXON CONQUISTA TÍTULO DE CAMPEÃO DA F-INDY 2018

IMAGEM DA SEMANA - SCOOTT DIXON CONQUISTA TÍTULO DE CAMPEÃO DA F-INDY 2018
Setembro 2018

Scoott Dixon, 37 anos, Campeão da temporada 2018 da F-Indy, um piloto super completo e que merecidamente levou para casa o troféu mais desejado por todos os pilotos durante a temporada: o de Campeão.


"Cara, isso é tão incrível!", Disse Dixon, cujos cinco campeonatos o deixam para trás apenas outra lenda, AJ Foyt, com sete.. “Eu não posso acreditar que isso realmente aconteceu. Eu não posso agradecer a todos o suficiente por isso, é tão legal!


A última prova da categoria foi disputada no último domingo (16), o GP de Sonoma, que se despede do calendário da categoria. A prova foi vencida por Hay Hunter-Ray e Dixon que chegou na segunda colocação o que dava para ele uma grande margem de pontos (57) para seu adversário, o americano Alexander Rossi.



POLÊMICA DA SEMANA - WOLFF CRITICA "POLÍTICA" E "MENTIRAS" POR SITUAÇÃO DE OCON

POLÊMICA DA SEMANA - WOLFF CRITICA "POLÍTICA" E "MENTIRAS" POR SITUAÇÃO DE OCON
Setembro 2018

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, culpou as “políticas” e “mentiras” para a possibilidade de Esteban Ocon ficar sem uma vaga no grid da F1 em 2019, especialmente porque outros não tiveram “bolas” para honrar sua palavra.


O piloto júnior da Mercedes pode acabar sem uma vaga na próxima temporada após ser a principal vítima da movimentação da F1 durante as férias.


Entende-se que o francês tinha um acordo para se juntar à McLaren em julho, mas voltou seu foco para a Renault após, aparentemente, a fabricante francesa demonstrar seu comprometimento em tê-lo.


No entanto, ele perdeu a vaga na Renault quando ela optou por contratar Daniel Ricciardo.


A mudança, aliada à aquisição da Force India por um consórcio liderado por Lawrence Stroll, o que significa que Lance Stroll certamente irá assumir a vaga de Ocon, fez com que o piloto francês tivesse dificuldade em encontrar um cockpit.


Wolff se mostrou chateado com os acontecimentos e sugeriu que Ocon teria um futuro garantido se outras pessoas cumprissem com o que foi combinado.


“O que aconteceu neste ano em julho e agosto é simplesmente inacreditável”, disse Wolff à Sky Sports. “Havia tanta políticas nos bastidores, agendas escondidas, mentiras.”


“Nem todos os bons garotos estarão em carros e provavelmente Esteban será um deles.”


Ele acrescentou: “Em julho, tínhamos duas ofertas na mesa, com contratos, e foi uma questão de escolher qual era o correto. Ele acabou não tendo nenhum porque as pessoas simplesmente não têm as bolas para seguir o que dizem.”



Fonte de pesquisa e reprodução: motorsport.com


GP COMPLETO

GP AUSTRÁLIA 2000

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 26 - ENTREVISTA COM FELIPE MASSA, NA "MURETA COM RUBITO"

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

SALVEM-SE QUEM PUDER - RALLY DA JUVENTUDE

BLOG NA TV - APAIXONADO POR F-1

BLOG NA TV - APAIXONADO POR F-1
GP Gateway , F-Indy 2018

PROMOÇÕES/ CONCURSOS/ DINÂMICAS

PROMOÇÃO FAN PUSH EQUIPE FULL TIME - STOCK CAR 2018, ETAPA CAMPO GRANDE

PROMOÇÃO FAN PUSH EQUIPE FULL TIME - STOCK CAR 2018, ETAPA CAMPO GRANDE
Clique na imagem e saiba como participar.

MUNDIAL PILOTOS F1 2018

MUNDIAL  PILOTOS F1 2018

CLASSIFICAÇÃO APÓS GP CINGAPURA






1º Hamilton, 281



2º Vettel, 241

3º Raikkonen, 174

Bottas, 171


5º Verstappen, 148


6º Ricciardo, 126





7º Hulkenberg, 53









8ºAlonso, 50




9° Magnussen, 49






10º Perez,46






11º Ocon, 45



12º Sainz, 38


13° Gasly, 28

14º Grosjean, 27




15º Leclerc, 15






16º Vandoorne, 8




17º Stroll, 6






18º Ericsson, 6




19º Brendon, 2



20º Sirotkin, 1

MUNDIAL CONSTRUTORES F1 2018

MUNDIAL CONSTRUTORES F1 2018
Classificação após GP Cingapura

1º Mercedes: 452



2º Ferrari: 415 pontos




3º Red Bull- Tag Heuer: 274

















4º Renault: 91


5º Hass-Ferrari: 76


6º McLaren-Renault : 58












7º Force India-Mercedes: 32





8º Scuderia Toro Rosso-Honda: 30


9º Sauber-Ferrari: 21











10° Williams-Mercedes: 7