quarta-feira, 14 de outubro de 2015

POLÊMICA DA SEMANA - CHEFE DO MUNDIAL DE ENDURANCE VÊ "ATAQUE" DA F1 EM CONFLITO DE DATAS COM 24 HORAS DE LE MANS EM 2016

(Foto: Facebook/Reprodução)


Em entrevista à revista italiana ‘Autosprint’, Gérard Neveu detonou o calendário proposto pela FIA, no qual determina que o GP da Europa, em Baku, no Azerbaijão, seja disputado exatamente no mesmo dia, 19 de junho, das 24 Horas de Le Mans. O dirigente vê claro ataque ao WEC e acusou Bernie Ecclestone de querer esvaziar a lendária corrida de longa duração




Um dos pontos que mais chamou a atenção sobre o calendário da F1 para a temporada 2016 foi a programação do GP da Europa, nas ruas de Baku, no Azerbaijão, no mesmo dia das 24 Horas de Le Mans, 19 de junho. A medida foi duramente criticada por Gérard Neveu, chefão do Mundial de Endurance, competição da qual a prova em Le Mans é a corrida principal. O dirigente enxergou na atitude da F1 um “ataque claro”, disparou contra Bernie Ecclestone e a própria FIA.

 A questão é que o GP de Baku será disputado, de acordo com o atual calendário, apenas uma semana depois da etapa do Canadá, numa sequência chamada de ‘back-to-back’ pelos britânicos, mas muito difícil do ponto de vista logístico.


Coincidência ou não, o conflito de datas vem na esteira de uma vitória consagradora de Nico Hülkenberg em Le Mans. O piloto da Force India foi convidado pela Porsche para disputar a corrida em Sarthe e participou, antes, das 6 Horas de Spa-Francorchamps como preparação para a mais importante prova de resistência do planeta.

 Obviamente, o triunfo de Hülkenberg chamou a atenção de outros pilotos da F1. Fernando Alonso nunca escondeu seu interesse em correr em Le Mans, tanto que chegou a receber convite para correr também pela Porsche, mas acabou sendo vetado pela Honda.

 Na visão de Neveu, a atitude da F1 em marcar o GP da Europa para o mesmo dia das 24 Horas de Le Mans é uma tentativa clara de Bernie Ecclestone para evitar que outros pilotos da categoria disputem a lendária prova de resistência.

 “Este é um ataque claro a nós e a esta corrida”, bradou Neveu em entrevista à revista italiana ‘Autosprint’. “Ecclestone nunca faz nada inocentemente”, disparou o dirigente, que criticou até mesmo a postura da entidade que regula tanto a F1 como o Mundial de Endurance. “A FIA deveria ter nos protegido melhor”, declarou.

 Ocorre que havia um acordo de cavalheiros entre o Automóvel Clube do Oeste, organizador das 24 Horas de Le Mans e promotor do WEC e a própria FIA para evitar conflito de datas entre a F1 e Le Mans, algo que não será obedecido em 2016.

 “É uma pena porque, fazendo isso, você tira qualquer possibilidade de ter estrelas da F1 entrando, o que a tornaria ainda mais a corrida mais importante do mundo. Poderíamos ter Hülkenberg e também outros pilotos da F1. Os fãs do automobilismo estão sendo prejudicados”, disse Neveu, endossado por Pierre Fillon, presidente do Automóvel Clube do Oeste.

 “Não estou preocupado por Le Mans, mas estou decepcionado pelos fãs. Porque acho que eles gostariam de ver pilotos de F1, como eles estavam acostumados a vir no passado”, declarou o dirigente. Em Sóchi, Hülkenberg falou sobre o conflito de datas, lamentou não poder defender sua vitória em Le Mans por estar “comprometido com a F1”. Por outro lado, o alemão ainda espera por uma mudança no calendário para voltar a acelerar pela Porsche em Le Mans.

Fonte: grandepremio.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR
DEPOIMENTO DE FELIPE NARS SOBRE SUA CARREIRA

TV MOTOR

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - EQUIPE BAHIA RACING CAMPEÃ DO ENDURANCE 6H. NO KARTÓDROMO PALADINO (JOÃO PESSOA)

IMAGEM DA SEMANA - EQUIPE BAHIA RACING CAMPEÃ DO ENDURANCE 6H. NO KARTÓDROMO PALADINO (JOÃO PESSOA)
Parabéns aos pilotos Diego Freitas, Euvaldo Luz, Victor Luz e Armando Duran!

POLÊMICA DA SEMANA - HALLO NÃO!

HALO NÃO! RIO (gente doida) – Aí que fico algumas horas longe do computador e a FIA decide que será o Halo a proteção de cockpit a ser adotada na F-1 no ano que vem. O Shield, testado por Vettel no fim de semana de Silverstone, foi reprovado em menos de uma volta — o piloto ficou tonto e enjoado.


Como a FIA quer alguma coisa em 2018, resolveu partir para algo que foi bem testado no ano passado.


Acho uma aberração estética. Acho que não impediria a mola de atingir a testa de Massa. Acho que que não salvaria Bianchi. Acho que não serve para muita coisa, exceto para o caso de um pneu voar sobre a cabeça de um piloto. Algo que, convenhamos, não tem acontecido com frequência.


Fonte de pesquisa e reprodução: Blog do Flavio Gomes


VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 25 - FABRICAÇÃO DE UM F-1

GP COMPLETO

*

GP ITÁLIA 1992, MONZA

A 6ª edição do nosso quadro "GP Completo", traz o charmoso e clássico GP Itália, pista "velha" e que traz fortes emoções em qualquer ano que seja disputado. O ano é 1992, as Williams-Renault eram os carros a serem perseguidos pelos adversários, a dupla de pilotos era formada por Nigell Mansell e Ricardo Patrese, que corria em casa.

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

ECURRALADO

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

O número 13 parece não dá sorte mesmo, pois bem, foi o que aconteceu com o Oreca nº 13 da Rebellion Racing, pilotado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier-Hansson, eles tinham conquistado o segundo lugar da classe LMP2 e o terceiro posto geral.


Mas a equipe teve que fazer um reparo no motor de arranque e por isso abriram um buraco no carro ao qual danificou uma das homologações, ferindo assim o regulamento. E daí a punição. lamentável!!!

DEDICATÓRIAS

DEDICATÓRIAS
Poster autografado (por Nelson Piquet) para o blogueiro Claudio Heliano

'

'
Poster autografado (por Nigel Mansell) par ao blogueiro Claudio Heliano

'

'
Autografada por Luiz Razia