terça-feira, 17 de maio de 2016

F-1 1972 - EMERSON FITTIPALDI, CAMPEÃO F1 - HISTÓRIAS DO CIRCO DA F-1, EDIÇÃO Nº 6




"Histórias do Circo da F-1", traz em sua sexta edição uma importante passagem da categoria no esporte a motor que influenciou os dirigentes da F-1, a ter provas aqui no Brasil e de ser atualmente um dos mais tradicionais cenários da categoria atualmente, com a realização do GP Brasil.

O ano é 1972 (fui longe hem), GP da Itália (10/9/72), circuito de Monza, o piloto brasileiro Emerson Fittipaldi corria pela equipe Lotus (preto e dourado) lutava pelo seu primeiro título de Campeão. Emerson era favorito, tinha 52 pontos no campeonato, faltavam três provas para o fim da temporada. Jackie Stewart e Hulme, - ambos com 27 pontos tinham chances matemáticas.



Mas o que deveria ser um poço de tranquilidade para Emerson, acabou sendo um desafio de fé e controle emocional para não por tudo a perder. A carreta que transportava a Lotus do brasileiro sofrera uma acidente e foi peça de F-1 para tudo que é canto, sem contar que o carro titular do brasileiro não teve condições de disputar a corrida.

Colin Chapman, proprietário do time, havia deixado uma carreta com um carro reserva na fronteira com a França (Chapman tinha medo da justiça italiana confiscar seus carros, em função do processo que sofria pelo acidente que vitimou Rindt dois anos antes). 

Emerson e Chapman viviam seus dramas, o carro reserva não aceitava muito bem os ajustes para o final de semana da prova. E agora, o que fazer? Para piorar, o tanque de combustível estava vazando gasolina (isso que é sorte, viu). A troca levaria em torno de uma hora, porém o tempo era ouro, e os mecânicos teriam que fazer em trinta minutos, pois bem, eles fizeram em 20 (risos).

A nove voltas do encerramento (total de 55) Emerson liderava a provasó precisava levar o carro (todo remendado) ao final da prova, como dizia o Emerson, foram as nove voltas mais longas de sua carreira. Ao fim da prova, Chapman comemorava com o boné na mão, a torcida ia a loucura.



No Brasil, quem estava ouvindo a rádio Jovem Pan, podia sentir a emoção do narrador da prova: "Emerson Fittipaldi,Campeão Mundial de F1!" Agora adivinhem quem era o narrador? O pai do Emerson, o Barão Fittipaldi!

Emerson se tornava o mais jovem (25 anos) Campeão Mundial de F-1, que pertencia ao escocês Jim Clark. Emerson perderia esse título somente em 2005 para Fernando Alonso (24 anos).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

ESPECIAL FAMÍLIA PIQUET - EPISÓDIO 5 - MOTORSPORT.COM BRASIL

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - SÉRGIO SETE CÂMARA NOVO CONTRATADO DA EQUIPE MCLAREN DE F1

IMAGEM DA SEMANA - SÉRGIO SETE CÂMARA NOVO CONTRATADO DA EQUIPE MCLAREN DE F1
Novembro 2018

O brasileiro (mineiro) na F-2 (categoria de acesso a F-1), Sérgio Sette Câmara é o mais novo contratado da equipe inglesa de F-1, McLaren, para integrar seu time de pilotos. Sette Câmara desempenhará a função de piloto de testes e desenvolvimento para a temporada 2019 do Mundial de F1.

POLÊMICA DA SEMANA - CACÁ BUENO É DECLARADO VENCEDOR DA PROVA 2 EM CAMPO GRANDE NA STOCK CAR

POLÊMICA DA SEMANA - CACÁ BUENO É DECLARADO VENCEDOR DA PROVA 2 EM CAMPO GRANDE NA STOCK CAR
Novembro 2018

Cacá Bueno foi declarado o vencedor na corrida 2 da etapa de Campo Grande, realizada em 19 de agosto, da Stock Car. O piloto da Cimed Racing havia sido o primeiro piloto a cruzar a linha de chegada tendo cumprido a sua parada de box obrigatória sem nenhuma irregularidade, ao contrário do carro que vinha em sua frente (Ricardo Zonta), que fez um pit-stop irregular, enquanto a janela estava fechada para a entrada dos carros.


“No próprio dia nós já comemoramos a vitória porque tinha sido muito claro que o meu carro entrou no pit-stop regularmente, enquanto vários outros carros fizeram uma parada com a janela fechada por causa de uma bandeira amarela que provocou a entrada do safety car. Foi uma pena não terem dado o resultado ainda antes da premiação, mas fico feliz por ter conquistado minha segunda vitória no ano”, diz Cacá, que já havia vencido em 2018 no Velopark.


Fonte de pesquisa e reprodução: autoracing


GP COMPLETO

GP AUSTRÁLIA 2000

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 27 - SONS DOS MOTORES F1: V12, V10, V8, V6 E V6 2015

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM EXIBIÇÃO

EM EXIBIÇÃO

FAMÍLIA GASOLINA

BLOG NA TV - APAIXONADO POR F-1

BLOG NA TV - APAIXONADO POR F-1
GP Gateway , F-Indy 2018

PROMOÇÕES/ CONCURSOS/ DINÂMICAS

PROMOÇÃO FAN PUSH EQUIPE FULL TIME - STOCK CAR 2018, ETAPA CAMPO GRANDE

PROMOÇÃO FAN PUSH EQUIPE FULL TIME - STOCK CAR 2018, ETAPA CAMPO GRANDE
Clique na imagem e saiba como participar.

MUNDIAL PILOTOS F1 2018

MUNDIAL  PILOTOS F1 2018
Classificação final






1º Hamilton, 408(Campeão antecipado)


2º Vettel, 320


3º Raikkonen, 251



4º Verstappen, 249




5° Bottas, 247



6º Ricciardo, 170






7º Hulkenberg, 69


8º Perez,62


9° Magnussen, 56



10º Sainz, 53






11ºAlonso, 50






12º Ocon, 49



13º Grosjean 37







14º Leclerc, 33




15° Gasly, 29




16º Vandoorne, 12







17º Ericsson, 9







18º Stroll, 6




19º Brendon, 4





20º Sirotkin, 1

MUNDIAL CONSTRUTORES F1 2018

MUNDIAL CONSTRUTORES F1 2018
Classificação final

1º Mercedes: 655 pontos (Campeão antecipado)



2º Ferrari: 571




3º Red Bull- Tag Heuer: 419

















4º Renault: 122


5º Hass-Ferrari: 93


6º McLaren-Renault : 62












7º Force India-Mercedes: 52

8º Sauber-Ferrari:48










9º Scuderia Toro Rosso-Honda: 33



10° Williams-Mercedes: 7