quarta-feira, 9 de agosto de 2017

PEUGEOT CUP 2017 - RESULTADO FINAL - 6ª ETAPA ROAD ATLANTA CIRCUITO CLUBE




Com uma extensão de 2,45 Km, o circuito de Road Atlanta ( tem recebido eventos de corrida desde 1970, quando um Porsche 908/02 ficou em primeiro lugar no evento inaugural do autódromo) em Braselton, Geórgia (EUA) foi palco para a realização da sexta etapa do Peugeot Cup 2017, foi super emocionante, os IA deram um calor daqueles nos pilotos oficiais, e se tem uma coisa que os IA sabem fazer,  é deixar tudo bem confuso (risos).


Rolou de tudo nesta etapa: confusões, totozinhos, batidas, por exemplo, vimos Cláudio BBOY perder a liderança da prova após sofrer um toque do Jonas (está sob investigação), vimos também  o Dudduzinho (líder do campeonato) abandonar a prova com problemas elétricos no seu Peugeot.

Dudduzinho, líder do campeonato, não contou com a sorte
nesta etapa, em Atlata, seu Peugeot apresentou problemas
 elétricos e foi forçado a abandonar a prova


                        
E como não citar o Stroopy Lotus,cruzou a linha de chegada  na sexta colocação após ter sido o vencedor da etapa anterior (Tsukuba). E  o Família hem?! Numa super quinta colocação, mostrando uma boa regularidade no campeonato.

Stroopy Lotus encontrou dificuldades em Atlata, chegou em
6º e garantiu pontos valiosos na disputa do campeonato.


Atirador Albino, que em  Suzuka (onde fez sua estreia) lutou bravamente pela conquista  do pódio. Em  Atlanta não conseguiu ter o mesmo desempenho. O Junior Esil mesmo correndo com lastro (20%) garantiu mais um pódio (3º). Adilson Brizador chegou na segunda colocação e o Jonas Pedro (correu também com lastro de 20%), que emplacou mais uma vitória em seu currículo.


Os dois próximos GPs é neste final de semana (12/08).

Jonas Pedro já é figurinha carimbada nos pódios da Peugeot Cup


Confira o resultado final do GP Atlanta Circuito do Clube


  1. Jonas Pedro, 50 pontos
  2. Adilson Brizador, 45
  3. Júnior Esil, 40
  4. Cláudio BBOY, 35
  5. Família Luz, 30
  6. Stroppy Lotus, 25
  7. D.Hoepcke (IA), 20
  8. Tamira Sinek (IA),15
  9. L.Hui (IA), 10
  10. T. Presneir (IA), 5
  11. R.Petrie (IA),0
  12. R.Jones (IA), 0
  • Volta mais rápida: Jonas Pedro (1.03.367)
  • A pole position ficou com piloto (IA)

OBSERVAÇÕES


  • O piloto que larga na pole position (grid aleatório) ganha cinco pontos.
  • Piloto que faz a melhor volta da prova (volta limpa) ganha cinco pontos.
  • Blogueiro Claudio Heliano é identificado neste campeonato como: Claudio BBOY. O blog Apaixonado por F-1 - O seu blog da velocidade apoia e incentiva a competição virtual.
  • Campeonato realizado no modo on line do Forza 4 Motorsport (XBox 360).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

ULTIMAS VOLTAS GP BRASIL 2006

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - HAMILTON CELEBRA TETRACAMPEONATO: "NÃO PARECE REAL"

Lewis Hamilton não precisava de um grande resultado para conquistar o quarto título mundial de Fórmula 1 de sua carreira. Porém, o inglês, que precisava apenas de um quinto lugar para definir o título, viu o Grande Prêmio do México, disputado neste domingo (29) virar um drama após ter um pneu furado e cair para a última posição. Sebastian Vettel, porém, não conseguiu brigar pela vitória, e o piloto da Mercedes conquistou o título com o nono lugar.


Fonte de pesquisa e reprodução: Racingonline


POLÊMICA DA SEMANA - COM CRESCENTE DE RED BULL E MCLAREN, FERRARI CAMINHA PARA "CRISE"

A Ferrari está “caminhando para uma crise” que tradicionalmente é “difícil de sair”.


Essa é a visão do ex-engenheiro da Ferrari, Toni Cuquerella, ao avaliar o recente fracasso de Sebastian Vettel em desafiar o título de 2017.


“A Ferrari foi muito mais competitiva do que nos anos anteriores”, escreveu o ‘El Paris’. “A Ferrari teve um carro melhor do que Mercedes em cinco dos 18 Grandes Prêmios”, acrescentou Cuquerella.


“Foi um bom ano e eles deveriam estar felizes. Mas, como sempre, na Ferrari, duas corridas com resultados ruins significam o início de uma crise.


“E a Mercedes soube se aproveitar muito bem disso”, disse ele.


Cuquerella acredita que o desafio da Ferrari agora é “escapar da crise” por trás disso e sair com um pacote forte desde o começo de 2018.


No entanto, “a Ferrari luta para sair de suas crises”, disse o espanhol. “Enquanto isso, outros como Red Bull e McLaren podem chegar a esse nível no próximo ano.


“Este ano, a equipe mais rápida e o piloto mais rápido ganharam, mas a tendência indica que esse domínio não necessariamente continuará.


“O próximo título pode ser conquistado por uma equipe que não obrigatoriamente tenha o melhor carro”, finalizou.


Fonte de pesquisa e reprodução: f1mania.com.br

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 25 - FABRICAÇÃO DE UM F-1

GP COMPLETO

GP COMPLETO

GP MALÁSIA 2004

O nosso quadro GP Completo, edição nº 7 traz o GP da Malásia de 2004 (segunda prova da temporada), já que estamos em um final de semana de corrida de F-1 (GP Malásia) e não por acaso, que escolhi a Malásia para esta edição.Um grid cheio com bastante carros e pilotos, interessante dizer que em 2004 tínhamos três pilotos brasileiros : Barrichello (Ferrari), Cristiano da Matta (Toyota), Felipe Massa (Sauber).

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

ECURRALADO

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

O número 13 parece não dá sorte mesmo, pois bem, foi o que aconteceu com o Oreca nº 13 da Rebellion Racing, pilotado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier-Hansson, eles tinham conquistado o segundo lugar da classe LMP2 e o terceiro posto geral.


Mas a equipe teve que fazer um reparo no motor de arranque e por isso abriram um buraco no carro ao qual danificou uma das homologações, ferindo assim o regulamento. E daí a punição. lamentável!!!

DEDICATÓRIAS

DEDICATÓRIAS
Poster autografado (por Nelson Piquet) para o blogueiro Claudio Heliano

'

'
Poster autografado (por Nigel Mansell) par ao blogueiro Claudio Heliano

'

'
Autografada por Luiz Razia