sábado, 8 de novembro de 2014

POLÊMICA DA SEMANA - NELSON PIQUET TEME PELO FUTURO DA FÓRMULA 1 SEM BERNIE ECCLESTONE

Nelson Piquet diz ter aprendido tudo para sua vida de negócios com Ecclestone (Foto: Fred Sabino)


Tricampeão mundial não vê ninguém com perfil para suceder o antigo patrão na Brabham e atual detentor dos direitos da categoria, que está com 84 anos de idade.


Nelson Piquet manifestou abertamente que não aprova os atuais rumos da Fórmula 1, pelas mudanças de regulamento técnico e crise financeira. Apesar da crise atual, o tricampeão mundial se mostrou ainda mais preocupado com o futuro da categoria, dirigida com mão de ferro há mais de três décadas por Bernie Ecclestone, ex-dono da equipe Brabham, pela qual Piquet levou o título da categorias por duas vezes, em 1981 e 1983.


Para Nelson, não apareceu ninguém ainda com um perfil que possa levar adiante o trabalho feito por Ecclestone, que tomou o controle da Fórmula 1 quando presidia a Associação das Equipes e passou a negociar os direitos de participação dos times diretamente com as organizações de cada grande prêmio, o que levou o esporte a um novo patamar financeiro.

 - É preocupante... Falo porque trabalhei com o Bernie. Estive 13 anos na Fórmula 1 como piloto e depois acompanhei tudo de perto. Vai ser muito difícil quando ele for. Se você soubesse como ele é rápido de raciocínio (estala os dedos) em tudo, até brincando, contando piada, pensaria o mesmo. Aprendi tudo com ele, de vida, ele é excepcional. Ele tem um outro nível de inteligência, fora de série - apontou Piquet.


Nelson lembrou ainda que Bernie não só aumentou sua fortuna a ponto de ser um dos homens mais ricos do Reino Unido - no ano passado ele foi o 12º colocado em lista da revista de negócio Forbes - mas também fez com que todos os envolvidos com a Fórmula 1 ganhassem maiores salários e trabalhassem num ambiente mais profissional. Um profissionalismo que Piquet aplica para sua vida de empresário desde que parou de correr, nos anos 90.


- Antes dos 40 anos eu não fazia p... nenhuma, eu só corria.Tudo que eu aprendi para a minha vida de empresário eu devo ao Bernie. Não só ao Bernie como a toda a Fórmula 1. Essa coisa de início, meio e fim, trabalhar como equipe, saber como tudo se faz eu aprendi do Bernie.

Tricampeão mundial não vê ninguém com perfil para suceder o antigo patrão na Brabham e atual detentor dos direitos da categoria, que está com 84 anos de idade  Bernie Ecclestone tem 84 anos e continua à frente das principais decisões da Fórmula 1 por intermédio da Formula One Management. Recentemente ele teve sua posição ameaçada por causa de um processo por suborno na Alemanha, mas escapou da prisão após fazer um acordo com a justiça local - ele pagou o equivalente a R$ 220 milhões ao governo do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR
DEPOIMENTO DE FELIPE NARS SOBRE SUA CARREIRA

TV MOTOR

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA/VÍDEO DA SEMANA -MULHER DE 79 ANOS PILOTA F1 E QUEBRA RECORDE

POLÊMICA DA SEMANA - HALLO NÃO!

HALO NÃO! RIO (gente doida) – Aí que fico algumas horas longe do computador e a FIA decide que será o Halo a proteção de cockpit a ser adotada na F-1 no ano que vem. O Shield, testado por Vettel no fim de semana de Silverstone, foi reprovado em menos de uma volta — o piloto ficou tonto e enjoado.


Como a FIA quer alguma coisa em 2018, resolveu partir para algo que foi bem testado no ano passado.


Acho uma aberração estética. Acho que não impediria a mola de atingir a testa de Massa. Acho que que não salvaria Bianchi. Acho que não serve para muita coisa, exceto para o caso de um pneu voar sobre a cabeça de um piloto. Algo que, convenhamos, não tem acontecido com frequência.


Fonte de pesquisa e reprodução: Blog do Flavio Gomes


VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 25 - FABRICAÇÃO DE UM F-1

GP COMPLETO

*

GP ITÁLIA 1992, MONZA

A 6ª edição do nosso quadro "GP Completo", traz o charmoso e clássico GP Itália, pista "velha" e que traz fortes emoções em qualquer ano que seja disputado. O ano é 1992, as Williams-Renault eram os carros a serem perseguidos pelos adversários, a dupla de pilotos era formada por Nigell Mansell e Ricardo Patrese, que corria em casa.

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

ECURRALADO

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

O número 13 parece não dá sorte mesmo, pois bem, foi o que aconteceu com o Oreca nº 13 da Rebellion Racing, pilotado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier-Hansson, eles tinham conquistado o segundo lugar da classe LMP2 e o terceiro posto geral.


Mas a equipe teve que fazer um reparo no motor de arranque e por isso abriram um buraco no carro ao qual danificou uma das homologações, ferindo assim o regulamento. E daí a punição. lamentável!!!

DEDICATÓRIAS

DEDICATÓRIAS
Poster autografado (por Nelson Piquet) para o blogueiro Claudio Heliano

'

'
Poster autografado (por Nigel Mansell) par ao blogueiro Claudio Heliano

'

'
Autografada por Luiz Razia