terça-feira, 28 de outubro de 2014

JULES BIACHI CONTINUA INTERNADO EM ESTADO GRAVE




Passados vinte quatro dias do acidente (05/10) gravíssimo que aconteceu com Jules Biachi, 25 anos, (equipe Marussia), no GP do Japão. As notícias sobre seu estado de saúde continua um suspense, a lesão que o piloto sofreu no cérebro foi grave, ele continua internado no Hospital Mie (Japão) em estado grave, porém estável e respirando com ajuda de aparelhos.


A revista Racing conversou com um especialista sobre o caso,o médico Wagner Dutra, especialista em emergência de trauma e atuante no resgate de automobilismo e também de kart pela empresa JP Salva. Primeiramente foi perguntado o porquê de Jules ainda está na UTI, em estado de coma após ter realização de cirurgia já que foi diagnosticado com uma lesão chamada de: axonal difusa, ou DAI (diffuse axonal injury) se caracteriza pelo inchaço generalizado sem aparentes hematomas  , veja o que ele respondeu:


“Os atuais capacetes são extremamente resistentes e confiáveis, tanto que suportam até um tiro de arma de foto calibre 38”, e continuou “porém a desaceleração nesse caso foi muito forte, caindo de mais de 200 km/h a zero em segundos! Nosso cérebro não fica totalmente preso em nossa cabeça e sim fica solto, com a forte desaceleração ele se choca contra o crânio e isso explica a lesão”, explicou didaticamente o médico.

Wagner Dutra informou que não tem muitos detalhes sobre o caso do piloto, mas que suas chances de recuperação são remotas, mas que acredita nos avanços do tratamento da medicina.

“Não temos muita informação sobre o caso diferente do que a imprensa possui, mas mesmo que divulgado que a cirurgia com realiza com sucesso, isso não significa muito. Pode ter acontecido uma lesão no que chamamos de Polígono Willis (também chamado de círculo arterial cerebral onde temos todas as artérias que alimentam o cérebro) e lesão nos neurônios, que diferente de outras células do nosso corpo é irreversível e pode significar que ele ficará em estado vegetativo."

CHRISTINE WHITE, MÃE DE BIACHI

A mãe de Jules Biachi, Christine White, quebrou o silêncio e veio a público desabafar que estão circulando muitas notícias desagradáveis sobre o estado de saúde do seu filho. Perguntada se a FIA teria pedido a ela para que mantivesse em silêncio sobre o assunto, ela respondeu enigmaticamente:
"A Fórmula 1 é um negócio. Um grande negócio. " 

ESCLARECIMENTOS

Jules Biachi sofreu uma desaceleração de 92G, no momento do acidente, seu carro chocou-se com o veículo de serviço (trator/guindaste) a 203 km/h. Talvez algumas pessoas ainda pensem que ela tenha batido a cabeça, na verdade, foi o santantônio do Marussia que bateu violentamente no trator, só que seu cérebro recebeu toda essa pancada e por isso mesmo causou a lesão gravíssima, mencionada no texto acima.


Um comentário:

  1. As notícias passadas para nos da imprensa japonesa são que o estado de saúde dele continua o mesmo, grave, porém, estável. Não acredito que terá melhoras em seu quadro, já que não são mais emitidos boletins. Creio que o acidente encerrou ali a carreira do jovem e promissor piloto francês. Uma fatalidade, mas o automobilismo é assim, triste...

    ResponderExcluir

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

ULTIMAS VOLTAS GP BRASIL 2006

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - FERRARI ANUNCIA REVELAÇÃO BRASILEIRA PARA ACADEMIA DE PILOTOS

A Ferrari anunciou nesta terça-feira (5) que o brasileiro Gianluca Petecof, de 15 anos, fará parte da academia de pilotos da escuderia italiana. Ele se juntará a um grupo que conta com o também brasileiro Enzo Fittipaldi, neto do bicampeão mundial Emerson Fittipaldi.


Petecof se destacou no Mundial de Kart deste ano. O piloto de 15 anos terminou na sexta colocação, sendo o brasileiro mais bem posicionado.



Fonte de pesquisa e reprodução: uolesportes

POLÊMICA DA SEMANA - MARCHIONNE SE QUEIXA DE APRESENTAÇÃO DE PILOTOS NOS EUA

Uma das ações mais elogiadas entre as produzidas pela Fórmula 1 nesta temporada, a apresentação dos pilotos no Grande Prêmio dos Estados Unidos foi criticada por Sergio Marchionne, presidente da Ferrari. Nesta terça-feira (5), o dirigente alegou que o Liberty Media, proprietário da categoria, precisa “preservar” o esporte.


Na ocasião, os pilotos foram à pista do Circuito das Américas ao comando de Michael Buffer, consagrado apresentador de lutas de boxe e irmão de Bruce Buffer, annoucer das lutas do UFC. Os competidores foram chamados um a um, como acontece nas partidas da NBA.


“Eu acho que precisamos preservar (o esporte), precisamos modernizá-lo de uma maneira que os americanos achem relevante. “E essa é a parte complicada que eu acho ainda que Chase e eu precisamos conversar. Estamos caminhando por uma corda bamba sobre isso, porque se formos muito longe para tentar atrair, bom…”, disse Marchionne.


“A apresentação dos pilotos em Austin e a forma como organizamos o show não foi o que eu acho que um evento de Fórmula 1 deve ser. Mas fez parte de um exercício de testes e erros, e não acho que aquilo funcionou incrivelmente bem”, seguiu o dirigente da Ferrari.


“Eu acho que muitos dos europeus ficaram um pouco surpresos com o que aconteceu. Precisamos encontrar algo intermediário, que de alguma forma apaixone e realce o interesse do público em ambos os lados”, explicou o italiano, ressaltando porém que é necessário a Fórmula 1 ter relevância nos Estados Unidos.


“Eu acho que é justo dizer que Chase (Carey) e eu concordamos que precisamos de espaço nos Estados Unidos. Eu acho que há uma oportunidade se fizermos as coisas certas. Se fizermos isso, acho que isso irá beneficiar o esporte tremendamente”, seguiu.


“Mas precisamos ter cuidado para que esse desejo de nos tornar atraentes para o público americano não acabe com nosso DNA de esporte que tem algumas origens nobres”, completou.


Fonte de pesquisa e reprodução: racingonline


VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 25 - FABRICAÇÃO DE UM F-1

GP COMPLETO

GP COMPLETO

GP MALÁSIA 2004

O nosso quadro GP Completo, edição nº 7 traz o GP da Malásia de 2004 (segunda prova da temporada), já que estamos em um final de semana de corrida de F-1 (GP Malásia) e não por acaso, que escolhi a Malásia para esta edição.Um grid cheio com bastante carros e pilotos, interessante dizer que em 2004 tínhamos três pilotos brasileiros : Barrichello (Ferrari), Cristiano da Matta (Toyota), Felipe Massa (Sauber).

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

ECURRALADO

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

O número 13 parece não dá sorte mesmo, pois bem, foi o que aconteceu com o Oreca nº 13 da Rebellion Racing, pilotado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier-Hansson, eles tinham conquistado o segundo lugar da classe LMP2 e o terceiro posto geral.


Mas a equipe teve que fazer um reparo no motor de arranque e por isso abriram um buraco no carro ao qual danificou uma das homologações, ferindo assim o regulamento. E daí a punição. lamentável!!!

DEDICATÓRIAS

DEDICATÓRIAS
Poster autografado (por Nelson Piquet) para o blogueiro Claudio Heliano

'

'
Poster autografado (por Nigel Mansell) par ao blogueiro Claudio Heliano

'

'
Autografada por Luiz Razia