quarta-feira, 20 de julho de 2011

BATIDAS E PROBLEMAS DE ACERTO MARCARAM DIFÍCIL FINAL DE SEMANA PARA LUCAS FORESTI



Paul Ricard, 17 de julho de 2011
Att. Editoria de Esportes/Veículos/Automobilismo
F-3

Batidas e problemas de acerto marcaram difícil final de semana para Lucas Foresti

No circuito de Paul Ricard, na França, piloto brasileiro teve pior final de semana da temporada

Foi encerrada na tarde deste domingo a sexta rodada do Britânico de F-3 com as corridas válidas pela 16ª, 17ª e 18ª etapas da competição. As provas, disputadas no Autódromo de Paul Ricard, no sul da França, marcaram o início da segunda fase do Campeonato.

Após chegar a esta rodada ocupando de forma isolada a vice-liderança do Campeonato o piloto brasileiro Lucas Foresti (RADIEX) tinha como principal objetivo diminuir a sua diferença para a primeira colocação e, deste modo, dar início à uma reação na busca pelo título da temporada.

Porém, vários problemas se acumularam com o piloto da equipe Fortec Motorsport no decorrer do final de semana o que, efetivamente, não lhe permitiram cumprir seu objetivo. Com problemas no ajuste do carro desde os treinos livres, Lucas e sua equipe de trabalho batalharam a todo instante em busca de conseguir um conjunto mais veloz e competitivo para as três corridas. Fora isso, uma batida na terceira prova, acabaram por encerrar um final de semana muito difícil para Foresti.

Após conquistar a décima marca na tomada de tempos Lucas conquistou o direito de largar na quinta fila para as corridas um e três. Na prova um, realizada na tarde de sábado, o brasiliense teve uma excelente largada e não demorou para chegar à quarta posição, mas, na disputa pela terceira posição, acabou sendo “escorado” por um concorrente e caiu para nono lugar, posição em que terminou a prova.

A corrida dois foi marcada por um erro da direção de provas no acionamento das luzes de largada o que fez com que a corrida fosse reduzida para apenas seis voltas. Com um novo “setup” para o carro Foresti conseguiu uma boa largada novamente e partiu para o ataque. Porém, como a pista apresentava grande dificuldade de ultrapassagem, ele, Jack Harvey e o compatriota Pietro Fantin fizeram a disputa mais empolgante da corrida. Se atacando o tempo todo os três acabaram a prova na sexta, sétima e oitava posições. Foresti ficou com o sétimo lugar.

Na última e mais longa corrida da rodada a expectativa de Lucas era muito boa. Segundo ele, nas voltas que se pode dar antes do alinhamento do grid de largada, ele sentiu que tinha o melhor “setup” do final de semana e, certamente, estaria muito competitivo. Mas, a sua animação durou pouco tempo. Autorizada a largada o piloto já tinha em mente partir para cima dos concorrentes, mas, ainda na curva um, ao tentar desviar de um acidente, acabou recebendo um batida em cheio na traseira de seu carro. Com o aerofólio traseiro quebrado o piloto não teve muito o que fazer. Ainda permaneceu na pista por algumas voltas, mas, sem conseguir um bom desempenho, abandonou a corrida com 11 voltas completadas.

“Infelizmente não conseguimos um final de semana produtivo aqui na França. Nossos mecânicos foram incansáveis na busca de um bom acerto e eu tive, desde os treinos livres, um carro diferente a cada vez que eu ia para a pista. Tentamos de tudo, mas, infelizmente neste final de semana não foi possível buscar a vitória. Quero agradecer ao empenho da equipe Fortec e da Mercedes-Benz e, tenho certeza, estaremos novamente competitivos na próxima rodada”, declarou o representante da RADIEX.

Após 18 etapas o Britânico de F-3 tem o brasileiro Felipe Nasr na primeira posição, com 237 pontos, seguido por Carlos Huertas, 133; Lucas Foresti, 127; Jazeman Jaafar, 115; Kevin Magnussen, 113 e Willian Buller, 106 pontos.

As informações sobre competições, resultados, agenda, notícias e galerias de fotos da carreira de Lucas Foresti podem ser acessadas através da página do piloto na internet. Lá também é possível fazer contato com Foresti por meio de seu mural de recados, acesse: www.lucasforesti.com.br.

Fotos: Jakob Ebray - Divulgação

Assessoria de Comunicação do piloto Lucas Foresti
Quick Comunicação e Marketing
Jornalistas Responsáveis: Flávio Quick e Fabíola Cadar
Fones/Fax: 31. 3225-2236 31. 9955-1420 ID Nextel: 88*2006
E-mail: quick@quickcomunicacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

HELIO CASTRONEVES 20 ANOS DE F-INDY

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - APÓS ALTA, BARRICHELLO TEM SURPRESA DOS FILHOS EM CASA

Campeão da Stock Car e duas vezes vice da F1 deixou o hospital depois de ter sofrido princípio de AVC no fim de janeiro


Rubens Barrichello deixou o hospital depois de ter sofrido um problema de saúde na última semana e se deparou com uma surpresa de seus filhos ao chegar em casa.


O piloto, duas vezes vice-campeão da F1 e dono do título de 2014 da Stock Car, foi internado no dia 27 de janeiro depois de sentir dores de cabeça em casa.


Fontes ouvidas pelo Motorsport.com Brasil contaram que Barrichello teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e chegou a passar pela UTI (Unidade de Terapia Intensiva).



Rubinho recebeu alta na última quarta-feira (7) e teve uma mensagem de boas-vindas da família em casa.


“Bem-vindo de volta, papai. Esta mensagem estava na garagem. Chorei muito abraçado a eles, na certeza de que nosso medo só nos aproximou, só fortaleceu. Amo muito vocês”, escreveu o piloto, de 45 anos.


Seu pai, Rubão, também se manifestou no Instagram. “Graças a Deus e a todas as orações de vocês, queridos amigos, nosso campeão voltou para casa. Ainda tem uns dias de recuperação, mas está ótimo. Obrigado a todos. Te amo, filho”, postou.


Fonte de pesquisa e reprodução: motorsport.com


POLÊMICA DA SEMANA - PROVAS PIRATAS PREOCUPAM PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO PARANANENSE DE AUTOMOBILISMO

Presidente da FPrA publica resolução para esclarecer as necessidades legais para a realização de um evento


As provas piratas são motivos de preocupação para Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). Provas piratas são competições realizadas sem autorização da entidade, portanto, sem normas técnicas. Tais regras têm a finalidade de garantir as normas desportivas, técnicas e de segurança ao público e a terceiros.


No ano passado, provas não oficiais trouxeram grandes transtornos à FPrA. Pilotos que participaram de competições piratas e que tiveram algum tipo de descontentamento fizeram reclamações direto à Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), gerando uma situação delicada entre as duas entidades, e obrigando a FPrA a fazer esclarecimentos à CBA.


Gatti explica que um alvará só é expedido pela FPrA quando o promotor do evento cumpre com todos os encargos exigidos. Ele deve ser solicitado 30 dias antes da data prevista para o evento. Os técnicos da entidade estabelecem as condições de segurança, sempre buscando preservar a integridade física de participantes, do público e de terceiros. Estas exigências vão desde o equipamento do participantes a normas de evacuação do local caso venha a ocorrer algum imprevisto.


“Em um evento automobilístico, há diversos itens que começam a ser analisados muito tempo antes da data prevista: condições da praça esportiva, capacidade de público, como as pessoas vão chegar ao local e retornar a seus lares... Em caso de um acidente, quais condições e como será feito o atendimento, quantos profissionais estarão à disposição, quais as condições dos equipamentos? Em caso atendimento médico mais aprimorado, como será feito este atendimento e de que forma a ambulância deixará o local? Para os participantes, as análises vão das normais desportivas (regulamentos) às condições do equipamento, se as condições da prova desportiva oferecem a segurança necessária”, acentua Gatti.


Fonte de pesquisa e reprodução: CBA

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 26 - ENTREVISTA COM FELIPE MASSA, NA "MURETA COM RUBITO"

GP COMPLETO

GP COMPLETO

GP INGLATERRA 2005

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

O CORREDOR FANTASMA

CARINHA DO BLOG 2018 (FELIZ)

CARINHA DO BLOG 2018 (FELIZ)
Valeu Pietro!

Atual campeão da World Series Pietro Fittipaldi,18 anos, neto do bicampeão F-1 e Campeão F-Indy, Emerson Fittipaldi, testou pela primeira vez nas ruas de Marrakesh, no Marrocos, com o carro da Formula E da equipe Panasonic Jaguar Racing. A etapa de Marrakesh contou como a terceira prova da temporada 2017/2018. Pietro ao final dos testes obteve a 2ª colocação.





"O treino foi muito bom, terminando em segundo lugar e podendo ajudar a equipe Panasonic Jaguar Racing a trabalhar no ajuste do carro ao longo do dia. O Nelsinho Piquet (titular do carro) é um grande amigo e me ajudou a melhorar a cada saída e fiquei bastante contente com o resultado, aproveitando bem esta ótima oportunidade. A equipe ficou feliz comigo e com o Paul (di Resta, que também esteve testando com o time) e tivemos um dia bem produtivo”, diz Fittipaldi, que deu 60 voltas no teste.