sábado, 17 de outubro de 2009

RUBENS BARRICHELLO DO BRASIL...SIL..SIL...SIL...

Apaixonado por F-1 - O seu blog da velocidade informa: Rubens Barrichello Campeão Mundial de Fórmula 1, 2009.

Estou torcendo muito para que essas minhas palavras se concretizem após a última etapa do calendário em Abu Dabhi. O GP Brasil está prometendo fortes emoções amanhã (18). Rubinho mostrou que pode e tem condições de superar seu companheiro de equipe o Jenson Button, pelo menos durante a prova. Alguns pilotos se destacam em pista molhada e um deles é brasileiro e se chama: Rubens Barrichello.

A torcida está embalando Barrica nessa enorme luta para levar a decisão para última etapa.E hoje o treino oficial para definição do grid deu uma amostra do que esperar para a prova. Rubens marcou a pole position, a sua décima quarta na categoria. Seu rival e companheiro de equipe( Button), largará apenas na 14º colocação e Vettel que é uma ameaça matemática ao Rubinho e por que não ao Button, largará do 15º posto. O que estou percebendo é que por passar muito tempo em uma categoria difícil e super assediada como é a F-1, o piloto costuma ser rotulado e é o que acontece com o nosso Barrica. Da sua estreia em 1993, pela Jordan até 1999, com a Stewart, foi esperado que ele trouxesse de volta as alegrias dominicais fincadas por outros brasileiros (Emerson, Piquet e Senna) que somando números de títulos é igual a 8. E se somarmos números de vitórias vão para 78.




Com a morte do Senna (94) toda a pressão e esperança ficou sobre o Rubinho, que estava apenas em sua segunda temporada. A equipe Jordan e a Stewart não eram carros que lhe permitissem lutar por título e muito menos por vitórias. O piloto brasileiro fazia promessas, em programas de TV, rádio, jornais e revistas. Quando ia bem e conseguia bons resultados, OK!, mas quando quebrava...hum... aí meu irmão, a coisa ficava feia, era uma chuvarada de críticas, chacotas e jargões: " pé-de-chinelo", "ruinzinho-d0-brazil", "burrinho", outras que eu ouvia muito:"seu piloto não é de nada", "que carniça", entre outras. Foi um tempo difícil.

Vou fazer uma confissão: vocês sabiam que "eu" já fui fã apaixonado por Rubens? Meus amigos mais próximos sabem disso, principalmente, Faez, que me acompanha sempre neste Blog. Não costumo falar disto, pois, não quero ser um influenciador desse ou daquele piloto. Em breve publicarei uma cópia de uma carta que enviei ao fã clube do Barrichello em 1999! Mas que até hoje (risos) acreditem, não obtive resposta!!!





Na Ferrari dispenso comentários, pois, na época até o Schumacher dizia que o Barrica só fazia chorar. Bom o tempo passou e sua imagem ficou muito desgastada pelo público brasileiro e no final da temporada 2008 pilotando uma "carroça" chamada Honda, sua aposentadoria estava praticamnte selada. Para ocupar uma vaga em 2009, teve que dividir espaço com Bruno Senna e Lucas de Grassi, futuras promessas no circo da F-1, aí veio a tal de "crise mundial" e a Honda decretou falência.



Surgiu então a Brawn (que comprou a Honda) e manteve a dupla de pilotos de 2008. Depois de um ínicio arrasador, a bola da vez se chamava Jenson Button, que obteve 6 vitórias nas sete primeiras etapas. Barrica então começou uma reação e chegou aonde está: na briga do título. Restando apenas duas provas, Brasil e Abu Dhabi será necessário que nosso herói desconte uma vantagem de 14 pontos. Vamos continuar "secando" o Button, para não pontuar e torcer para que Rubens vença. Ficando apenas "quatro pontinhos" na última etapa.

Só espero que a mesma torcida que está colocando Rubinho lá "em cima" no tão sonhado título, seja a mesma para apoiá-lo, caso não o consiga.


Confira como ficou o grid de largada para a prova de domingo:

1º) Rubens Barrichello (Brawn GP) 1:19.576
2º) Mark Webber (Red Bull) 1:19.668
3º) Adrian Sutil (Force India) 1:19.912
4º) Jarno Trulli (Toyota) 1:20.097
5º) Kimi Raikkonen (Ferrari) 1:20.168
6º) Sebastien Buemi (Toro Rosso) 1:20.250
7º ) Nico Rosberg (Williams) 1:20.326
8º ) Robert Kubica (BMW-Sauber) 1:20.631
9º) Kazuki Nakajima (Williams) 1:20.674
10º) Fernando Alonso (Renault) 1:21.422
11º) Kamui Kobayashi (Toyota) 1:21.960
12º) Jaime Alguersuari (Toro Rosso) 1:22.231
13º) Romain Grosjean. (Renault) 1:22.47
14º) Jenson Button (Brawn GP) 1:22.504
15º) Vitantonio Liuzzi (Force India) 1:24.645
16º) Sebastian Vettel – (Red Bull) 1:25.009
17º) Heikki Kovalainen – (McLaren) 1:25.052
18º) Lewis Hamilton - (McLaren) 1:25.192
19º) Nick Heidfled – (BMW-Sauber) 1:25.515
20º) Giancarlo Fisichella – (Ferrari) 1:40.703





Uma dica muito legal: a Rede Band News FM é a rádio oficial do GP Brasil. Amanhã(18) a partir das 07:00 h. (Brasília) toda a sua equipe estará de prontidão e trazendo tudo que acontece na prova e nos bastidores de Interlagos. Em Salvador e região metropolitana sintonize 99,1 FM.

As transmissões na Globo começam oficialmente às 13:00 h. (Brasília). Lembrando que a largada será às 14:00 h.


ACELERA RUBINHO !!!!!!!!!!

Um comentário:

  1. Ninguém fica tanto tempo na F-1 nem corre pela Ferrari (e breve Williams) sem capacidade, como sempre os críticos são aqueles que não acompanham as corridas. Um tempo atrás me disseram: "O cara nunca ganhou uma corrida, é muito ruim". E eu disse: "Você deveria assistir F1 antes de criticar, ele já ganhou várias".
    O problema foi o vazio deixado por Senna, qualquer piloto brasileiro que viesse após sofreria a mesma pressão.
    Ele não perdeu o título hoje, e sim durante a temporada com erros da equipe, e sem dúvida Button foi mais constante durante o ano, sem falar que é lógico que uma equipe britânica iria favorecer seu piloto natal.
    Foi um grande treino, tirando tudo de um carro que já não é o melhor desde o meio do ano.
    Com as mudanças do regulamento pra 2010 a Williams pode voltar a se destacar e oferecer a Rubens novas chances de vitória.
    Ele não merece críticas pessoais, é um grande piloto e uma grande pessoa, ao contrário de muitos outros arrogantes dentro e fora da F1.
    É isso aí meu amigo e vamos acompanhar o ano que vem.

    Abraço,
    Faez.

    ResponderExcluir

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

HELIO CASTRONEVES 20 ANOS DE F-INDY

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - APÓS ALTA, BARRICHELLO TEM SURPRESA DOS FILHOS EM CASA

Campeão da Stock Car e duas vezes vice da F1 deixou o hospital depois de ter sofrido princípio de AVC no fim de janeiro


Rubens Barrichello deixou o hospital depois de ter sofrido um problema de saúde na última semana e se deparou com uma surpresa de seus filhos ao chegar em casa.


O piloto, duas vezes vice-campeão da F1 e dono do título de 2014 da Stock Car, foi internado no dia 27 de janeiro depois de sentir dores de cabeça em casa.


Fontes ouvidas pelo Motorsport.com Brasil contaram que Barrichello teve um princípio de AVC (Acidente Vascular Cerebral) e chegou a passar pela UTI (Unidade de Terapia Intensiva).



Rubinho recebeu alta na última quarta-feira (7) e teve uma mensagem de boas-vindas da família em casa.


“Bem-vindo de volta, papai. Esta mensagem estava na garagem. Chorei muito abraçado a eles, na certeza de que nosso medo só nos aproximou, só fortaleceu. Amo muito vocês”, escreveu o piloto, de 45 anos.


Seu pai, Rubão, também se manifestou no Instagram. “Graças a Deus e a todas as orações de vocês, queridos amigos, nosso campeão voltou para casa. Ainda tem uns dias de recuperação, mas está ótimo. Obrigado a todos. Te amo, filho”, postou.


Fonte de pesquisa e reprodução: motorsport.com


POLÊMICA DA SEMANA - PROVAS PIRATAS PREOCUPAM PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO PARANANENSE DE AUTOMOBILISMO

Presidente da FPrA publica resolução para esclarecer as necessidades legais para a realização de um evento


As provas piratas são motivos de preocupação para Rubens Gatti, presidente da Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA). Provas piratas são competições realizadas sem autorização da entidade, portanto, sem normas técnicas. Tais regras têm a finalidade de garantir as normas desportivas, técnicas e de segurança ao público e a terceiros.


No ano passado, provas não oficiais trouxeram grandes transtornos à FPrA. Pilotos que participaram de competições piratas e que tiveram algum tipo de descontentamento fizeram reclamações direto à Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), gerando uma situação delicada entre as duas entidades, e obrigando a FPrA a fazer esclarecimentos à CBA.


Gatti explica que um alvará só é expedido pela FPrA quando o promotor do evento cumpre com todos os encargos exigidos. Ele deve ser solicitado 30 dias antes da data prevista para o evento. Os técnicos da entidade estabelecem as condições de segurança, sempre buscando preservar a integridade física de participantes, do público e de terceiros. Estas exigências vão desde o equipamento do participantes a normas de evacuação do local caso venha a ocorrer algum imprevisto.


“Em um evento automobilístico, há diversos itens que começam a ser analisados muito tempo antes da data prevista: condições da praça esportiva, capacidade de público, como as pessoas vão chegar ao local e retornar a seus lares... Em caso de um acidente, quais condições e como será feito o atendimento, quantos profissionais estarão à disposição, quais as condições dos equipamentos? Em caso atendimento médico mais aprimorado, como será feito este atendimento e de que forma a ambulância deixará o local? Para os participantes, as análises vão das normais desportivas (regulamentos) às condições do equipamento, se as condições da prova desportiva oferecem a segurança necessária”, acentua Gatti.


Fonte de pesquisa e reprodução: CBA

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 26 - ENTREVISTA COM FELIPE MASSA, NA "MURETA COM RUBITO"

GP COMPLETO

GP COMPLETO

GP INGLATERRA 2005

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

O CORREDOR FANTASMA

CARINHA DO BLOG 2018 (FELIZ)

CARINHA DO BLOG 2018 (FELIZ)
Valeu Pietro!

Atual campeão da World Series Pietro Fittipaldi,18 anos, neto do bicampeão F-1 e Campeão F-Indy, Emerson Fittipaldi, testou pela primeira vez nas ruas de Marrakesh, no Marrocos, com o carro da Formula E da equipe Panasonic Jaguar Racing. A etapa de Marrakesh contou como a terceira prova da temporada 2017/2018. Pietro ao final dos testes obteve a 2ª colocação.





"O treino foi muito bom, terminando em segundo lugar e podendo ajudar a equipe Panasonic Jaguar Racing a trabalhar no ajuste do carro ao longo do dia. O Nelsinho Piquet (titular do carro) é um grande amigo e me ajudou a melhorar a cada saída e fiquei bastante contente com o resultado, aproveitando bem esta ótima oportunidade. A equipe ficou feliz comigo e com o Paul (di Resta, que também esteve testando com o time) e tivemos um dia bem produtivo”, diz Fittipaldi, que deu 60 voltas no teste.