quarta-feira, 25 de março de 2009

PIT STOP


Fala aí galera!
Faltam pouco menos de três dias para o início da temporada 2009 da F-1 e a expectativa de um campeonato super novo, com novas regras faz com que nós aqui (espectadores) e imprensa fiquem todos cada dia mais ansiosos para o início do show. As constantes mudanças no regulamento e a adoção de medidas para frear os altos custos com a categoria estão mexendo muito com a cabeça dos dirigentes, pilotos e equipes.


Creio que agora a poucos dias do primeiro GP da temporada na (Austrália) que terá transmissão ao vivo pela rede Globo as 03:00, na madrugada de sabado para domingo .Diante desta confirmação posso me arriscar e levar aos meus amigos e fãs (risos) que curtem automobilismo tais mudanças: Teremos o retorno dos pneus slicks em substituição aos sulcados।
Neste ano eles serão classificados como macios e super macios e o expectador identificará este último com uma faixa verde na lateral do pneu. Em 2008 podia se identificado pela faixa branca entre os sulcos, ou seja, na banda de rodagem, teremos também o sistema móvel da asa dianteira que o piloto acionará através de um botão (mais um) no volante do carro e só poderá acionar o sistema duas vezes por volta (agora me digam aí como será feito este controle??).


O uso do KERS (reaproveitamento de energia cinética) que nesta temporada será opcional. Contaremos com novas regras para os motores, sendo que um propulsor terá que ser usado em três corridas. Ano passado o propulsor tinha que durar duas provas e para que este mesmo dure o esperado foi necessário reduzir os giros do motor de 19.000 para 18.000 RPM. Para que vocês tenham uma idéia de como esses motores trabalham em alta, um carro comum, esses que vocês têm em casa, faz a troca de marcha por volta de 5000 RPM! Galera é barulho demais, digo isso por experiência própria, em 2008 lá no Dique do Tororó (Salvador) pude ver e ouvir uma Williams F-1 de pertinho, a sensação é que meu peito iria rasgar aí olhava as pessoas ao meu lado e via o enorme sorriso, foi incrível.


A ex-Honda achou um comprador e se chamará Braw GP em alusão ao nome do proprietário Ross Braw. Sim é ele mesmo o ex-patrão de Barrichello na Ferrari e na Honda. Muito se falou, muito se cogitou sobre quem pilotaria para a atual equipe: Barrichello, Bruno Senna, Di Grassi, ou Button? Após muito barulho e boatos os pilotos oficiais serão a dupla da ex-Honda em 2008, Barrichello e Button.


Voltando ao tema do título o pit stop é uma parada obrigatória ou não isso dependerá do regulamento adotado pela categoria que é feita durante a prova. Nesse momento nada pode dar errado caso contrário perdem-se posições ou até mesmo vitórias.


Lembram do desastroso pit stop de Felipe Massa no GP de Cingapura em 2008? Na F-1 para se chegar à perfeição e realizar a operação em média de 06 segundos os mecânicos treinam muito, alguns chegam a treinar em torno de 50 vezes a mesma operação. Os mecânicos são distribuídos assim: três por cada roda, o 1º tem a função de apertar e desapertar a porca da roda, o 2º retira o pneu e o 3º coloca o pneu. Ao finalizar o serviço a equipe responsável pelos pneus erguem o braço indicando serviço realizado.


No abastecimento do combustível são mais três que seguram o conjunto da mangueira que pesa cerca de 40 kg com a passagem do combustível – em algumas equipes são dois mecânicos para encaixar a mangueira no bocal do carro e um para segurar o conjunto, já em outras apenas um no bocal e dois no conjunto. No interior do capacete dos mecânicos existe uma pequena luz que acende quando o combustível programado entra. Para o levantamento do carro são mais dois mecânicos, um na dianteira e outro na traseira. Os mesmos utilizam macacos elétricos para tal função.


Temos o mecânico que se utiliza de uma placa para indicar o piloto quando ele deve usar o freio ou a primeira marcha (conhecido como homem pirulito), é ele que dá a autorização ao piloto para sair dos boxes. Tem o que limpa as entradas de ar e a viseira do piloto. Há mais dois mecânicos com extintores de incêndio (caso surja a necessidade). Contamos também com o mecânico que fica de prontidão com um equipamento especial na traseira do carro caso o motor apague. Devido à crise e tentando sobreviver ao atual momento esse sistema atual de pit stop poderá estar com os dias contados, sugere-se que a partir de 2010 o reabastecimento será banido da categoria. Verdade ou mentira? Vamos aguardar para ver.


NOTÍCIAS QUENTES


A Force Índia garante lutar pelos primeiros pontos este ano. Em 2008 sua melhor chance foi no GP de Mônaco quando ocupava a quarta colocação e Kimi Raikkonen estragou a festa do Adrian Sutil nos 9 minutos finais da prova acertando sua traseira fazendo com que os dois abandonassem a prova. Para 2009, a escuderia contará com o apoio do Simon Roberts cedido pela McLaren devido a acordos entres equipes. A Force India este ano usará motores e câmbios fornecidos pela equipe inglesa.


A FIA armou uma das suas para equipes e pilotos com mais uma mudança polêmica para a novíssima temporada 2009, onde dizia que o campeão seria aquele piloto que obtivesse o maior número de vitórias independentemente do número de pontos. A repercussão negativa por parte da FOTA (Associação de equipes e pilotos) foi tão intensa que a Fia (Federação Internacional de Automobilismo) recuou e deixará essa “bomba” para 2010. Inclusive foi descoberto que a FIA descumpriu regulamentos que regem a instituição onde dizia no artigo 199, que toda e qualquer mudança tem que ser comunicada com no mínimo 20 dias antes das inscrições para o campeonato e o prazo para sua divulgação não deve passar do dia 30 novembro do ano anterior. Ainda nesse artigo, se por ventura tiver qualquer mudança após esse prazo é necessário ter a aprovação unânime de todas as equipes.


Vejam como eles se comportaram diante de tal mudança:


"É uma questão de gosto, mas isso não agrada. Prefiro o velho e bom sistema. Com pontos, é mais compreensível, não são apenas uma ou duas provas, mas 17 ou 18". NICK HEIDFELD, PILOTO DA BMW


“Creio que isso é verdadeiramente um absurdo, grave e perigoso que a uma semana do início do primeiro GP, a F-1 se encontre em uma situação deste tipo. Isso é muito negativo para a credibilidade da categoria, para as equipes, os fãs e os patrocinadores" LUCA DI MONTEZEMOLO, PRESIDENTE DA FERRARI

"Acho que é uma vergonha o que está acontecendo na Fórmula 1. É difícil acreditar que as decisões recentes causarão melhorias para os espectadores nos circuitos e na TV, que devem ser sempre a nossa prioridade número um, mas creio que teremos que esperar para ver” LEWIS HAMILTON, ATUAL CAMPEÃO MUNDIAL

Na categoria A1GP na etapa da África do Sul na Future Race a prova de domingo o brasileiro Felipe Guimarães encarou o pódio pela primeira vez. Obtendo a segunda colocação no GP da África do Sul em Kyalamie. Assim o brasileiro entrou para a história da categoria ao ser o piloto mais jovem (17anos) a subir ao pódio. "Estou realmente feliz com este resultado. No sábado (Sprint Race), eu tive aquele acidente forte e nunca esperaria chegar ao pódio hoje. Mas fiz uma ótima largada e, durante toda a prova, o carro foi muito bem" finaliza o piloto.

Emerson Fittipaldi chefe de equipe do time Brasil não perdeu a oportunidade e elogiou seu garoto "Estou muito animado e feliz. A equipe promoveu uma recuperação incrível no carro após a batida na classificação e Felipe fez um trabalho fantástico, concentrado. Ele tem um grande futuro”. Felipe vinha no ritmo do líder quando teve o problema na pressão do combustível, mas ainda assim terminou em segundo.


O time Brasil está agora com 16 pontos e ocupa a 13º colocação, o líder do campeonato é o time da Suíça com73 pontos, seguido da Irlanda e Portugal. A prova de domingo foi vencida pelo time da Suíça representado pelo piloto Nell Janni.


No dia 08 de março foi realizada a prova de estréia da temporada 2009 da F-Truck, emoção foi o ingrediente que não faltou nas emocionantes curvas e retas da etapa de Guaporé/RS. Teve de tudo: ultrapassagens, batidas, e até incêndio em um dos caminhões da marca Mercedes. O vencedor da prova foi o brasileiro Felipe Giaffone da equipe RM que pilota um Volkswagen Constellation. Na segunda colocação chegou seu companheiro de equipe o Renato Martins e fechando o pódio tivemos a presença do Roberval Andrade com seu caminhão Scania.


Se cuidem, um enorme abraço e até o nosso próximo encontro. Tchau! Tchau!

5 comentários:

  1. esse Kers vai da problema, digo, aposto q vai ter gente parando por causa dele (Toyota ñ vai usar)

    o q + a Ferrari testou foi esse "pirulito" huahauahauh

    depois de tantas mudanças acho q o melhor (pelo menos espero) no Gp da Austrália seja o equilíbrio entre os carros, acho q tenha uns 10 carros (Ferrari, BMW, Toyota,Red Bull, Renault...) q possam ta brigando pela pole (vai depender da estratégia d cada 1

    p.s. já te add nos favoritos

    Abração
    http://f1trulli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Fala Bibles, estaremos acompanhando a corrida, claro, depois daquela Brahma.

    Faez

    ResponderExcluir
  3. E o interessante Trulli é que a Ferrari voltará a utilizar o sistema de luzes na hora do pit stop.Creio eu que que está mais desenvolvido com o Kers seja a McLaren e BMW.
    Aí galera foi mal! Domingo tem Stock Car em Interlagos será a prova de inauguração da temporada 2009, com carros novos e garantia de otimos pegas.

    ResponderExcluir
  4. Falta pouco para começar a festa,estou ancioso,vou torcer para os Brazucas é claro.Um bom fim de semana a todos.H.H.

    ResponderExcluir
  5. Olá amigo,

    Não conhecia seu blog. Muito bom !

    Visite o meu também: www.degennaromotors.blogspot.com

    Vamos trocar links ?

    Abraços, Fernando Gennaro

    ResponderExcluir

Participe! Deixe aqui seu comentário. Obrigado!

TV MOTOR

TV MOTOR

ULTIMAS VOLTAS GP BRASIL 2006

PODERÁ GOSTAR TAMBÉM

IMAGEM DA SEMANA - INCÊNDIO NA CALIFÓRNIA AMEAÇA AUTÓDROMO DE SONOMA, MAS PRESIDENTE GARANTE QUE..

Um incêndio na região de Santa Rosa, na Califórnia, chegou nos arredores do circuito de Sonoma. O presidente da pista, no entanto, garante que não há risco de danos na estrutura do palco das decisões da Indy.


A pista de Sonoma amanheceu ameaçada por um incêndio florestal que vem se alastrando pela região. Com foco nas proximidades da cidade californiana de Santa Rosa - aproximadamente 50 km distante do circuito -, o incêndio chegou até os arredores da pista, invadindo o terreno do palco da decisão das temporadas da Indy.


Apesar disso, o presidente do circuito garante que não há risco de danos nas estruturas e afirmou que as equipes da pista estão trabalhando ao lado das autoridades públicas para o controle das chamas.


Fonte de pesquisa e reprodução: grandepremio.uol.com.br

POLÊMICA DA SEMANA - NÃO FAZ O MENOR SENTIDO FELIPE MASSA FORA DA WILLIAMS EM 2018

Uma hipotética saída de Felipe Massa da Williams significa jogar por terra o programa de desenvolvimento iniciado em 2017.


Por: Américo Teixeira Junior


Caso a lógica impere, qualquer discussão sobre o teammate de Lance Stroll em 2018 é inócua, pois não faz o menos sentido remover Felipe Massa da posição. Salvo uma imposição contundente do poder econômico, a evolução da Williams e do piloto canadense passam necessariamente pelas mãos do brasileiro vice-campeão mundial.


O fato de a equipe ter se reestruturado e investido em pessoal qualificado, revela estar em franco desenvolvimento um projeto para a equipe fundada por Frank Williams voltar a figurar entre as protagonistas da Fórmula 1, mesmo estando vulnerável à necessidade de recursos.


A presença de Stroll reflete essa vulnerabilidade, mas nem por isso deixou de ser uma aposta no futuro, pois é visível a evolução do piloto, que inegavelmente se destacou nas categorias de base. Sim, pois há um limite para o poder do dinheiro no automobilismo. Vagas, compram-se, mas moeda alguma se converte em qualidade e resultados.


Felipe Massa faz parte dessa engrenagem dentro das pistas, mas principalmente fora delas. Referência técnica e desportiva, é indispensável uma bagagem como a dele na hora de discutir procedimentos e soluções. Já Stroll está incapacitado de fazê-lo por estar ainda, por assim dizer, tentando descobrir para que lado vira a coisa.


É fato que o pai do canadense é sócio da Williams, dono de uma quantidade não revelada de ações. Estima-se que teria comprado 30% das ações pertencentes a Frank Williams. Independentemente de esse número ser correto, a verdade é que sua palavra tem peso, sendo lícito supor que advogue pela manutenção de um formato que tende a evoluir se a Williams for capaz de entregar um carro promissor em 2018.


Não se pode desconsiderar que os “Irma” da vida também sacodem a Fórmula 1 de tempos em tempos, mas em tempos de, quando muito, “tempestades tropicais”, Felipe Massa fica onde está.


Fonte de pesquisa e reprodução: diariomotorsport

VÍDEOS INTERESSANTES, EDIÇÃO Nº 25 - FABRICAÇÃO DE UM F-1

GP COMPLETO

GP COMPLETO

GP MALÁSIA 2004

O nosso quadro GP Completo, edição nº 7 traz o GP da Malásia de 2004 (segunda prova da temporada), já que estamos em um final de semana de corrida de F-1 (GP Malásia) e não por acaso, que escolhi a Malásia para esta edição.Um grid cheio com bastante carros e pilotos, interessante dizer que em 2004 tínhamos três pilotos brasileiros : Barrichello (Ferrari), Cristiano da Matta (Toyota), Felipe Massa (Sauber).

CINEMA NO BLOG

CINEMA NO BLOG

EM CARTAZ

EM CARTAZ

ECURRALADO

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

CARINHA DO BLOG (TRISTE)

O número 13 parece não dá sorte mesmo, pois bem, foi o que aconteceu com o Oreca nº 13 da Rebellion Racing, pilotado por Nelsinho Piquet, Mathias Beche e David Heinemeier-Hansson, eles tinham conquistado o segundo lugar da classe LMP2 e o terceiro posto geral.


Mas a equipe teve que fazer um reparo no motor de arranque e por isso abriram um buraco no carro ao qual danificou uma das homologações, ferindo assim o regulamento. E daí a punição. lamentável!!!

DEDICATÓRIAS

DEDICATÓRIAS
Poster autografado (por Nelson Piquet) para o blogueiro Claudio Heliano

'

'
Poster autografado (por Nigel Mansell) par ao blogueiro Claudio Heliano

'

'
Autografada por Luiz Razia